fbpx
Stackcup Copo ecológico empilhável

Cerveja Artesanal e o mercado no Brasil. O que você precisa saber.

Caneca Cervejeira
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
  1. Cerveja artesanal: um futuro promissor

Se apresentando como um setor em plena ascensão e potencial crescimento para os próximos anos, o setor de cervejas artesanais no Brasil apresenta um incrível crescimento há pelo menos 10 anos.

E não para por aí…

Segundo dados da ABRACERVA (Associação Brasileira de Cerveja Artesanal), em 2018 houve um aumento de 30% no número de registros de novas cervejarias, representando 210 novos empreendimentos no setor, apenas no ano de 2018.

 

  1. Um mercado em crescente evolução

Segundo o último anuário disponibilizado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento – MAPA, no último dia 23/01/2019, as cervejarias continuam a crescer de forma exponencial.


Os dados demonstram a tendência de crescimento e ascensão do mercado. Pôde-se observar que até o ano de 2008 existiam menos de uma centena de cervejarias registradas.

Contudo, uma década depois, fechou o balanço com 835 estabelecimentos registrados e 16.968 produtos ofertados, confirmando a tendência de crescimento do setor e a variedade de produtos fabricados.

As microcervejarias contabilizam 675 estabelecimentos, com um faturamento total de R$ 130 bilhões, com as regiões sul e sudeste liderando as pesquisas no número e densidade de cervejarias registradas, segundo o mesmo estudo.

Entretanto, os números podem ser muito maiores que os apresentados.

Isso se deve à ausência das “Cervejarias Ciganas”, empresas legalmente constituídas, porém sem estrutura própria de fabricação, produzindo seus produtos em cervejarias com serviços terceirizados, devidamente registradas junto ao MAPA.

De acordo com pesquisa realizada pela Mintel, o mercado brasileiro de cerveja artesanal é o segundo com o maior número de inovações no mundo, alcançando 9%, ficando atrás apenas dos EUA, que alcançam 17% das inovações no setor.

  1. Oportunidades e Desafios

Os dados e estudos realizados demonstram que o setor de cervejaria artesanal é uma excelente oportunidade de negócio para os próximos anos.

As oportunidades são bem diversificadas, desde as franquias e quiosques em praças de alimentação de grandes estabelecimentos e shoppings até pequenos empreendimentos com a venda de rótulos nacionais ou importados.

Cabe a você escolher aquele que melhor se encaixa as suas ideias empreendedoras, economias e objetivos profissionais.

Todavia, é necessário que você enfrente os desafios que o setor apresenta, como as tributações e reflexos da crise econômica. Mas as perspectivas para o ano de 2019 são muito otimistas, principalmente pelas projeções de retomada econômica no país.

  1. O que dizem os especialistas sobre as cervejarias artesanais

Os especialistas se mostram otimistas sobre o mercado de cervejarias artesanais no país, principalmente pelas projeções realizadas para o próximo ano, sobretudo nos seguintes aspectos:


  • Crescimento do setor

Para Carlo Lapolli, presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), o setor de cervejaria artesanal ainda poderá crescer expressivamente nos próximos anos:

“O aumento significativo na quantidade de cervejarias é um passo fundamental para que o mercado cresça.

Com mais opções, rótulos regionais e um trabalho de inclusão de todos os estados brasileiros no universo da cerveja artesanal, acreditamos ser possível ultrapassarmos os 3% do volume de cervejas comercializado nos próximos anos.

Hoje, a estimativa é que estejamos próximos aos 2%”.

  •  
  • Inovações

Para Jonny Forsyth, diretor da Mintel Food & Drink, as inovações e maior variedade de produtos fabricados são fatores fundamentais para o desenvolvimento do ramo no país.

Segundo ele, “foram precisamente essas as condições que levaram à insurreição nos EUA nos anos 1980/90, e o Brasil está vivendo um processo similar.

Nessas condições de mercado, os consumidores ficam frustrados e entediados com a falta de opções e assim se tornam mais receptivos a um segmento como o das artesanais, que celebra a inovação, a qualidade e a variedade.”

  •  
  • Público

Para Carlo Lapolli, presidente da Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva), “o volume de público interessado e comprando a bebida artesanal também está se ampliando.

Entendemos que a expansão na oferta faz com que mais pessoas sejam atendidas e percebam sensorialmente os diferenciais dos produtos artesanais. 


Depois do impacto positivo no paladar, o público vai se informar e perceber que a diferença entre as artesanais e comerciais não está só no copo, mas em toda a cadeia produtiva”, acrescenta.

Por fim, o cenário é um dos melhores para quem procura opções de negócios e investimento, com um futuro promissor e diversas oportunidades no ramo.  


 

Increva-se em nossa Newsletter

Acompanhe todas as novidades, notícias e entregas exclusivas de nossa lista

Compartilhe com os seus amigos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin